Follow by Email

sexta-feira, 1 de abril de 2011

O que é drenagem linfática?

É uma técnica massoterápica que estimula o Sistema Linfático com a finalidade de mobilizar as toxinas presentes nos vasos linfáticos em direção aos rins, para que estas sejam eliminadas. A drenagem linfática utiliza-se de movimentos leves e suaves. Primeiro, ativa-se os linfocentros (conjunto de linfonodos) através de bombeamentos com os dedos ou as mãos de acordo com a zona do corpo. Em seguida, através de movimentos de deslizamento, drena-se o líquido em direção aos linfocentros, que por sua vez farão a filtragem, levando as toxinas em direção aos rins. Esta técnica jamais deverá causar dor. Pode-se utilizar creme ou óleo. Existem dois tipos de drenagem linfática: corporal e facial.

Drenagem linfática corporal: Indicada para desintoxicar o organismo, eliminar o excesso de líquidos, ativar o sistema imunológico, melhorar a oxigenação e nutrição celular e atuar como analgésico. 

Drenagem linfática facial: Indicada para melhorar o aspecto da pele, para renovar as células, para eliminar processos edematosos, patologias dermatológicas pré e pós operatório de cirurgias faciais reparadoras.

Indicações da drenagem linfática corporal ou facial:

  • Celulite
  • Cansaço nas pernas
  • Retenção de líquidos
  • TPM
  • Varizes
  • Hematomas
  • Acelera a cicatrização dos tecidos
  • Regulariza a atividade menstrual
  • Promove relaxameto
  • Afecções dermatológicas 
  • Alívio de hematomas e inchaços (pré e pós cirurgias plásticas)
  • Sinusites e afecções oculares
  • Acne
  • Rosácea
  • Rejuvenescimento

Como funciona a sessão de drenagem linfática?
A sessão de drenagem linfática facial pode ser feita todos os dias, com duração média de 20 minutos, já a corporal normalmente realiza-se de 2 a 3 vezes por semana com duração média de 1 hora.

Contra-indicações absolutas: Pacientes com histórico de tumor maligno, tuberculose e infecções agudas.

Contra-indicações relativas (necessitam de autorização médica por escrito): Pacientes com insuficiência cardíaca descompensada, insuficiência renal, presença de colostomia, asma bronquial, flebite, tromboses, tromboflebites, hipotensão. 

Importante: Para obter um melhor resultado no tratamento é preciso tomar em média 2 litros de água por dia, uma vez que as toxinas serão liberadas através da urina. Manter uma saudável e variável dieta alimentar, evitando frituras, gordura, álcool e enlatados. Incluir em sua rotina diária exercícios físicos. Recomenda-se não ingerir sal em excesso nem usar roupas justas e salto alto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário