Follow by Email

quinta-feira, 31 de março de 2011

Tipos de pele

Por que a pele envelhece?

À medida que envelhecemos, as células da pele perdem energia. A barreira protetora de umidade e sua fonte de nutrientes naturais diminuem após os 25 anos. Na maioria dos casos, rugas e linhas de expressão são formadas na Epiderme devido à falta de umidade e gordura (lipídios). Influências externas, principalmente os raios de sol UVA e UVB, podem contribuir para o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

De onde vem a pele oleosa?

É simples: Suas glândulas sebáceas estão superativas! A pele necessita da produção natural de óleo para permanecer saudável, mas a pele oleosa produz em demasia. Resultado: pele do rosto brilhante e com impurezas. Condições climáticas como umidade e altas temperaturas podem contribuir para o aumento da oleosidade. Isso causa principalmente o aumento de suor do que o sebo. Produtos para controle do brilho podem ajudar no combate a este excesso de oleosidade. A pele oleosa é um problema encontrado com freqüência em pessoas jovens, geralmente surgindo após a puberdade, quando os hormônios entram em ação. A pele oleosa muitas vezes é firme, mas sua película oleosa tende a ter impurezas.

Como reconhecer uma pele seca?

A pele seca apresenta escamação com tendência à sensação de esticamento. Algumas vezes ela reage às tensões ambientais tornando-se áspera. A pele seca produz pouca oleosidade e umidade e portanto reduz a eficácia da Epiderme, resultando na familiar aspereza. 

Como reconhecer uma pele sensível?

Alguns dermatologistas definem pele sensível como pele seca, enquanto outros a vêem como uma pele que reage facilmente ou está propensa a alergias. Alguns sintomas típicos são: coceiras ocasionalmente, manchas vermelhas no rosto, áreas ásperas e descamação. Geralmente, peles sensíveis resultam de danos à Barreira protetora natural. Algumas causas possíveis: tensão e estresse, tendências hereditárias, ar seco, lavagem freqüente, excesso de sol e rotina excessiva de banho.

FONTE: www.nivea.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário